Curiosidades, Entretenimento

O que são games Indie? Veja alguns títulos desta nova tendência

O que são games Indie? Veja alguns títulos desta nova tendência
Jogos simples, porém com histórias carismáticas e jogabilidade amigável têm chamado bastante a atenção dos gamers ao redor do mundo.

Uma tendência interessante que tem surgido no mundo dos games são os games Indie: Jogos eletrônicos criados e desenvolvidos por empresas e pessoas independentes dos principais nomes de produtoras do mercado. O mais interessante é que, ao contrário do que possamos imaginar, se tratam de jogos muito bem feitos, e, inclusive, têm significado uma boa parte do mercado nos últimos tempos.

Algumas das características que chamam a atenção os games indie é que são feitos com a mesma dedicação de produtoras já consolidadas no mercado de videogames. Muitos dos títulos possuem uma jogabilidade bem simples e visual retrô, com modelos pixelados em alusão à era dos games em 16 e 8 bits. Suas histórias, estética e trilha sonora também são muito bem compostas e, em conjunto com artistas independentes destas outras áreas, também ajudam a dar visibilidade para segmentos da arte Underground por meio de games indie. Vamos conferir alguns dos títulos que têm ganhado muita notoriedade no ramo:

Hotline Miami

o-que-sao-games-indie-veja-alguns-titulos-desta-nova-tendencia-tricurioso-hotline-miami-capa

Jogo desenvolvido pela Devolver Digital que lembra muito os filmes de Quentin Tarantino. Ambientado na caótica, romântica e violenta Miami dos anos 80, o personagem principal recebe ligações estranhas na secretária eletrônica de seu telefone. São mensagens que solicitam que ele faça coisas, porém com um viés violento e desconhecido, nas quais são solicitadas que ele vá para determinadas localidades da agitada cidade e “limpe” os recintos, o que envolve matar pessoas sem piedade. O personagem faz o trabalho sujo usando máscaras de animais, para acobertar sua identidade. A trilha sonora de Hotline Miami  é impecável e contém grandes artistas que sintetizam música eletrônica dos anos 80 com uma roupagem moderna e atual, como Carpenter Brut, Perturbator, M.O.O.N., Sun Araw, dentre outros. Particularmente, um dos meus games indie favoritos.

Super Meatboy

o-que-sao-games-indie-veja-alguns-titulos-desta-nova-tendencia-tricurioso-super-meatboy

Desenvolvido pela Team Meat, que é composta apenas por dois desenvolvedores Kevin Hathaway e Tommy Refenes, o carismático personagem principal que nomeia o game precisa salvar sua namorada, Bandage Girl que foi sequestrada pelo invejoso Dr. Fetus. Para isto, Meat Boy precisa passar por fases cheias de obstáculos e inimigos. O game começou de forma tímida, como um jogo gratuito em flash, mas logo recebeu notoriedade e ganhou uma versão mais completa e repleta de funcionalidades e novos personagens.

Minecraft

o-que-sao-games-indie-veja-alguns-titulos-desta-nova-tendencia-tricurioso-minecraft

Um dos mais bem-sucedidos e conhecidos dos games indie, Minecraft funciona como um “Lego 3D”: O jogo no estilo mundo aberto traz diversas possibilidades, apesar de seus gráficos extremamente simples. Os personagens quadriculados podem realizar construções (ou mesmo destruições), criar animais e explorar vastos cenários. Devido à simplicidade da estrutura do game, foram realizados vários mods (modificações) para o game, como, por exemplo, este mod que simula Counter-Strike, outro game clássico.

Cuphead

o-que-sao-games-indie-veja-alguns-titulos-desta-nova-tendencia-tricurioso-cuphead-capa

Com um visual e trama toda inspirada nos desenhos do fim dos anos 20 e começo dos anos 30 (como Mickey), Cuphead foi produzido pela StudioMDHR, e lançado na E3, uma das maiores feiras de jogos eletrônicos do mundo. Seus gráficos são muito bem desenhados, usando cores vibrantes, tudo para fazer juz aos anos 30, inclusive com mecanismos e trilha sonora, que transporta o gamer para a época.

Limbo

o-que-sao-games-indie-veja-alguns-titulos-desta-nova-tendencia-tricurioso-limbo03

Jogo muito elogiado tanto pela crítica como público, Limbo é um game de terror/ puzzle. O game começa sem tela inicial, sem nenhuma história contada, o que já faz jus ao seu próprio nome: Limbo, um lugar onde não existem luzes ou mesmo vida. O personagem principal é um garoto solitário, que precisa passar por diversos obstáculos neste submundo, em busca a por um fim ao fim, mesmo que soe redundante. A forma como os personagens e cenários são tratados possuem detalhes que o transformaram Limbo em um jogo-arte impressionante, algo que aterroriza e nos deixa maravilhados, ao mesmo tempo. Recomendadíssimo!

o-que-sao-games-indie-veja-alguns-titulos-desta-nova-tendencia-tricurioso-limbo02

E aí, curte jogos indie? Tem algum que você gosta, mas não citamos na lista? Comente pra gente! E não se esqueça de compartilhar 🙂

Leia Também: